Buscar
  • R122

O que imagino sobre a minha forma de falar, é coerente com a realidade? Por Patrícia Schuindt


Quanto à forma de falar: Como você se comunica? De forma Gentil? Cordial? Respeitosa? Abrupta? Grosseira? Direta? Diplomática? Clara? Sucinta? Prolixa?…

Qual é o impacto que isso tem?

Tenho pensado muito sobre esse tema e refletido também sobre a forma como me comunico, pois isso pode causar impacto positivo ou negativo nas pessoas e em meu trabalho. Já ouviu falarem: “não é ‘o que’ ele falou, mas ‘a forma’ como falou?” Pois é…é claro que o conteúdo também é importante, por isso vale pensar: O que preciso dizer? Qual a mensagem que quero transmitir?

Mas…

O ponto central desse meu post na verdade é trazer a seguinte mensagem: será que a percepção que tenho sobre mim é coerente com a realidade? E será que essa realidade expressa realmente quem eu sou e quero ser?

E aqui deixo algumas perguntas:

  • Como as pessoas se sentem ao conversar comigo?

  • O que eu gero nas conversas em que participo?

  • Quais as impressões que passo aos outros?

Tenho três dicas para te ajudar nessa descoberta:

1) FEEDBACK: Pergunte às pessoas com quem convive, qual a percepção delas sobre sua forma de falar (mas pergunte para algumas pessoas e veja quais os pontos em comum do que elas dizem).

2) AUTOANÁLISE: Grave alguma conversa formal ou informal (com autorização, de preferência) e escute a forma como fala.

(Eu já tive algumas surpresas ao fazer os dois exercícios anteriores. Vale a pena, pois traz consciência e dados da realidade, o que é muito importante para que comecem as melhorias).

3) MODELOS: Observe a forma de outras pessoas se comunicarem. O que você gosta? O que você não gosta? O que aprende com isso?

Seguirei aqui meu processo de desenvolvimento e espero que essa reflexão te ajude também em sua comunicação e interação com as pessoas.

Vale lembrar que comunicação envolve relacionamento e o desafio de equilibrar: quem eu sou – meus valores, personalidade, objetivos, necessidades, jeito de ser, minha história, meu ponto de vista – e quem o outro é – seus valores, personalidade, objetivo, necessidades, jeito de ser, sua história e ponto de vista. Por isso, quando falamos em comunicação, o tema empatia é tão importante. Pois, quando você realmente compreende o outro, fica mais fácil adequar a comunicação de forma mais efetiva.

Você teve uma nova ideia ao ler o post? O que você vai colocar em prática hoje?

Patrícia Schuindt

Psicóloga e Coach | R122 Coaching

e-mail: pschuindt@r122coaching.com.br

#comunicação #líder #liderança #identidade #propósito #r122coaching #transformação #coaching #crescimento #desenvolvimento #inteligênciaemocional #metas #objetivos #superação #verdade #valores

0 visualização
  • Facebook R122
  • YouTube R122
  • Instagram R122
  • LinkedIn R122

Copyright R122 / R122 Coaching ©2020. 

All rights reserved. Todos os direitos reservados.

São Paulo | Alphaville | Guarulhos | Ribeirão Preto | Araraquara

E-mail: contato@r122.com.br