Buscar
  • R122

Nunca jogamos 100%. Por Juliana de Lacerda Camargo


(Imagem de Brasil Rugby)

Gosto muito do filme Invictus e já o devo ter mencionado em outros textos como referência. Ele trata da história do término do Apartheid na África do Sul, quando Mandela subiu ao poder.

Há uma cena com vários ensinamentos que mostra um diálogo entre Mandela e François, capitão do time de rugby nacional. Em algum momento Mandela pergunta a François se ele está melhor de uma contusão que havia feito em jogo e François responde que há sempre alguma contusão; nunca há como jogar totalmente bem. Daí Mandela faz um paralelo e fala algo como: “É como na vida... nunca jogamos 100%.”

Essa fala de Mandela retrata uma realidade que muitos de nós insistimos em ignorar...

É muito comum lidar com pessoas que buscam o cenário ideal, o estado ideal, o momento ideal... esperam pra poder fazer algo, tomar uma decisão, escolher... mas o ideal é alinhado aos padrões de perfeição do indivíduo e tende a não chegar...

É curioso porque ao trabalhar com desenvolvimento exploramos muito a visão de cenários ideais, mas somente porque ao deixarmos a viabilidade de lado e sonharmos com o ideal existe a chance de enxergarmos perspectivas e caminhos antes escondidos. E, a partir do momento que se imagina o ideal, então é possível ir além do que se pensava antes, daí sim lidando com os obstáculos e variáveis que aparecem pelo caminho.

Mas o que estou falando aqui é uma situação em que as pessoas esperam viver uma vida sem desconfortos, sem lutas, sem resistências, para sentir que chegaram a algum lugar, sentir que podem se arriscar... e, pior ainda, sentir-se felizes. Mas, como no jogo de rugby, sempre haverá desconfortos; sempre haverá contusões... um relacionamento, um objetivo, um estado físico, mental ou emocional... sempre haverá alguém, alguma coisa, algo que nos causará desconforto.

Pense bem, quando houve algum momento em sua vida que o desconforto não estava presente? Por menor que fosse, ou que tenha vindo a ser depois de passar, ele esteve presente em formas e intensidades diferentes.

Sabe, ser feliz tem muito mais relação com entender que o desconforto faz parte da vida e aprender a lidar com isso como ‘parte do jogo’... e buscar o seu melhor, suas decisões, suas escolhas, mesmo quando as coisas não estão 100%. Pare pra refletir... como seria sua vida se, ao invés de tentar evitar os desconfortos você aprendesse a lidar com eles? E se ao invés de esperar o cenário ideal para avançar você considerasse o desconforto como natural?

Mandela entendeu muito bem! Como no rugby passaremos por essa vida suando, treinando e avançando a despeito dos jogadores do time oposto e das pancadas que levamos. Se esperarmos o campo limpo e a ausência de resistências ficaremos parados e perderemos por WO.

Você quer avançar na vida? Então sabia que nunca jogamos 100%.

É isso aí.

#liderança #r12 #betransformed

0 visualização
  • Facebook R122
  • YouTube R122
  • Instagram R122
  • LinkedIn R122

Copyright R122 / R122 Coaching ©2020. 

All rights reserved. Todos os direitos reservados.

São Paulo | Alphaville | Guarulhos | Ribeirão Preto | Araraquara

E-mail: contato@r122.com.br