Buscar
  • Por Grazi Teixeira

É possível aprender mais e melhor


Por que temos tido tanta dificuldade de foco e atenção?

Será que você vai conseguir ler esse post até o fim?

Já reparou como cada vez mais pessoas relatam se sentirem improdutivas, relatam não conseguir fazer tudo que precisam ou mesmo alcançar resultados sustentáveis?

Como podemos recuperar ou melhorar nossa capacidade de atenção e aprendizado?

Sabemos que há muito conteúdo disponível hoje em dia sobre produtividade, gestão do tempo, gestão de tarefas e procrastinação.

A questão é que as dificuldades em lidar com esses fatos se tornaram verdadeiros inimigos do processo de aquisição de conhecimento, gerando um cenário superficial e pouco sustentável de aprendizados significativos em nossas vidas.

Pra poder entender um pouco melhor e pensarmos em estratégias práticas que podem nos ajudar, vamos pensar sobre dois processos fundamentais para desenvolver nossa capacidade de concentração e absorção de aprendizado: A atenção e a intenção.

Primeiro vamos falar da atenção.

Existem dois mecanismos principais da atenção, o primeiro são os estímulos.

Através dos estímulos é que damos uma ênfase especial para eventos que ocorrem ao nosso redor e também na nossa fisiologia.

Por exemplo quando estou pensando e escrevendo um texto como esse e alguém coloca uma música alta, ou um cheiro de algo queimando surge no ar (como aconteceu de fato rs), a minha atenção é automaticamente direcionada para esses estímulos. E mesmo que a gente tente não prestar atenção, nós seremos direcionados ou distraídos por esses estímulos, e só conseguiremos gerenciá-los se houver outro estímulo de igual ou maior valor, como por exemplo, um prazo curto para entregar o trabalho que você estava focado em desenvolver.

O segundo mecanismo da atenção é o chamado - prestar atenção ou atenção sustentada.

Esse mecanismo depende de treino e intencionalidade e pode aumentar gradativamente a partir disso.

O treino é feito através de momentos e experiências que fazem com que seja importante e significativo prestar atenção. Ou seja, quando estamos diante de situações e experiências que vão claramente nos proporcionar benefícios que são significativos pra nós, isso nos ajuda a manter a atenção sustentada. Por isso é importante ter clareza dos benefícios que você terá ao definir as áreas que quer investir e se aprofundar.

Há uma frase do Daniel Goleman, autor do livro FOCO que ilustra bem essa ideia: “quanto mais você se importa com alguma coisa, mais presta atenção e quanto mais presta atenção, mais você se importa”.

Mas ainda assim há um problema que nos afeta mesmo quando temos clareza dos benefícios que são as facilidades proporcionadas pela tecnologia. É claro que muitas vezes são extremamente benéficas, mas também pode nos fazer desenvolver o hábito de deixar para depois.

Por exemplo, você já reparou que durante uma aula, um curso, uma palestra, ao invés de prestar atenção no que está sendo ensinado, as pessoas ficam gravando e fotografando os slides, ou pior, fazendo stories em suas redes sociais?! Ou até mesmo executando outras atividades, como responder whatsapp, email´s?!

Se esse material de fato for revisado posteriormente ainda haveria uma compensação, mas na maioria das vezes isso não acontece, o que torna a experiência do aprendizado inconsistente.

E o pior, a posse do conhecimento fora do cérebro, gera uma ansiedade sobre todas as coisas que precisam ser vistas, ouvidas e lidas.

Bom o que podemos fazer então pra conseguir treinar a nossa atenção sustentada e assim conseguir desenvolver mais aprendizado?

Você já ouviu falar das estações de micro learning?

Trata-se da ideia de separar conceitos importantes e dar um tempo menor de atenção, mas de forma concentrada.

Esses aprendizados menores e de forma concentrada vão te ajudar a desenvolver o que temos falado sobre atenção sustentada e consequentemente vão aprofundar seu conhecimento sobre o que precisa aprender.

Por exemplo você pode fazer isso separando vídeos de cinco até vinte minutos de duração e dar o que chamamos de atenção completa – começo, meio e fim.

Ou separar materiais que você possa dividir por temas e se concentrar em estudar ou treinar usando o conceito das estações. Separe os pontos mais relevantes para esse investimento concentrado.

E além disso lembre-se de cuidar intencionalmente do espaço e da ambientação que você estará para amenizar os estímulos que podem te distrair.

Se aplicar esses conceitos verá de forma prática através da neuroplasticidade do cérebro, sua habilidade de prestar atenção e adquirir aprendizado sendo cada vez mais aprimorada.

Espero que essas informações tenham feito sentido pra você.

Compartilhe conosco seus aprendizados e insights.


12 visualizações
  • Facebook R122
  • YouTube R122
  • Instagram R122
  • LinkedIn R122

Copyright R122 / R122 Coaching ©2020. 

All rights reserved. Todos os direitos reservados.

São Paulo | Alphaville | Guarulhos | Ribeirão Preto | Araraquara

E-mail: contato@r122.com.br