Buscar
  • R122

Precisando de criatividade e resolver problemas complexos? Por Juliana de Lacerda Camargo


Você sabe como funciona nosso cérebro quando falamos sobre criatividade e resolução de problemas complexos?

Todo mundo precisa ser criativo e resolver problemas complexos em qualquer área de atuação, não é mesmo? Só que geralmente as pessoas investem muito tempo na reflexão consciente sobre aquilo que lhes é apresentado. É apresentado um desafio e a pessoa debruça sobre aquele tema e fica pensando, pensando, pensando... e/ou faz análises, planejamentos, projeções pra ter alguma ideia nova ou resolver aquele problema. Tudo isso é muito bom... mas muitas vezes não será suficiente.

Falando sobre o cérebro, temos dois circuitos importantes que são o descendente e ascendente. O descendente responde por processos conscientes, lógicos, analíticos, de planejamento, tomada de decisão consciente, entre outros, processos estes que demandam grande dispêndio de energia e nossa capacidade volitiva. Já o ascendente é automático e trabalha o tempo todo processando informações, retendo coisas e tentando resolver os problemas que temos de forma inconsciente e por isso gastando menos energia. Ele busca nos ajudar tanto em temas referentes a nossa sobrevivência, como na resolução de dilemas e aspectos pendentes que tenhamos.

O circuito descendente é o que tendemos a usar toda vez que somos demandados a ter novas ideias, chegar a novos pensamentos ou resolver problemas complexos. A demanda vem e nos empenhamos arduamente em chegar às respostas. Só que na verdade, para termos insights, resolver dilemas e etc., a melhor condição para que isso aconteça não será a análise lógica das questões. O fato é que quando o cérebro chega num insight ele produz ondas gama, numa onda uníssona que toma momentaneamente nossas funções mentais. Por isso que sentimos aquela energia gostosa do UAU... temos aquele foco diferente, percebemos as coisas de um novo jeito e sentimos também diferente. É maravilhosa a sensação gerada por um insight, não é mesmo?

Mas, logo antes do insight nosso cérebro produz ondas alpha, as quais têm sua atividade reduzida quando estamos envolvidos em atividades que demandam de nosso circuito descendente, ou seja, que analisa, foca e “queima neurônios”, como se diz popularmente. Por isso, quando nos esforçamos demais para encontrar uma resposta nosso cérebro fica numa condição menos favorável para geração desses insights.

Ok, então como fazer para estimular esse estado de geração de ondas alpha que criarão o ambiente que desejamos? Bom, o uso do circuito ascendente pode ser uma excelente resposta aqui, o qual é estimulado justamente quando tiramos a cabeça do problema! É levantar, dar uma volta, tomar um banho, acessar estados mais relaxados e até divertidos que estimularão a ativação automática de outras regiões e conexões neurais.

Conta-se a história (não comprovada) de Arquimedes. Segundo ela, o rei teria pedido a Arquimedes que medisse o volume de ouro da coroa, mas sem a possibilidade de derrete-la ou separá-la de outros materiais. Após pensar e “quebrar a cuca”, diz-se que Arquimedes foi tomar um banho, quando chegou ao insight de que poderia usar a imersão em água para chegar à medição desejada. Inundado pelas possíveis ondas gama daquele momento, teria pulado pra fora da banheira e saído correndo pelado e molhado pelas ruas (ou pelo palácio, não sei) gritando “eureca, eureca, eureca!”. Não se sabe se essa história é real e nem se essa é a verdadeira versão (há quem fale que o desafio de medição era muito maior, sobre um navio sobrecarregado), mas o fato é que ela demonstra perfeitamente o que queremos.

Aliás, pense um segundo e responda... quantas ideias ou respostas você encontrou enquanto tomava banho ou fazia outra coisa que não tinha nenhuma relação direta com a ideia ou resposta que encontrou?

Hoje, a dica que fica é como acessar a criatividade e resolver problemas complexos quando as funções executivas do circuito descendente não são suficientes. Quando for assim a ideia é se levantar e buscar fazer qualquer outra coisa que estimule o acesso a outras redes neurais, inclusive dando espaço à intuição e pensamentos livres. Teste e perceba as condições que serão criadas e, possivelmente, os novos resultados que aparecerão!

É isso aí!

#r122 #betransformed #inovação #criatividade #resoluçãodeproblemas #neurociencias

6 visualizações
  • Facebook R122
  • YouTube R122
  • Instagram R122
  • LinkedIn R122

Copyright R122 / R122 Coaching ©2020. 

All rights reserved. Todos os direitos reservados.

São Paulo | Alphaville | Guarulhos | Ribeirão Preto | Araraquara

E-mail: contato@r122.com.br