Copyright R122/R122 Coaching ©2019.

All rights reserved. Todos os direitos reservados.

São Paulo | Alphaville | Guarulhos | Ribeirão Preto | Araraquara

E-mail: contato@r122.com.br

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

“Lições aprendidas” – escrito por uma Coachee que trabalhou sua Liderança no Coaching, por Patrícia Schuindt

17 Aug 2015

 

“É uma coletânea de reflexões minhas, sessões que tivemos e algumas avaliações das pessoas que contribuíram para esse processo. Desde criança eu adoro anotar pensamentos, frases, reflexões, etc. Eu até tinha um caderninho na adolescência cheio dessas coisas, mas acabei perdendo …Enfim, acho que vai me ajudar muito a recordar sempre que precisar de uma forcinha nessa nova etapa da minha vida!”

 

Como gestora, você entrega resultados através das pessoas, desenvolvendo e liderando equipes. Portanto, a maior parte do meu tempo e dedicação no trabalho deve ser voltado para esse foco, caso contrário, há algo errado.

 

Ligue mais para as pessoas (nos dois sentidos) e sinta o efeito positivo dessa ação retornar para você.

 

Mostre-se disponível sempre que precisarem de você.

 

Preocupe-se com as pessoas. Pergunta mágica: “O que eu posso fazer por você”?

 

Dê abertura para que as pessoas lhe conheçam.

 

Continue ávida por aprender e buscar coisas novas.

 

Traga as características fortes que possui no pessoal para o profissional e vice-versa. Use o melhor de um lado no outro.

 

Reconheça o potencial, mesmo quando ainda for semente.

 

O poder do “ainda não” é encorajador! Às vezes o “não” é só por agora, é temporário, mas um dia será “sim”.

 

Quando somos reconhecidos, ficamos mais seguros.

 

Concentre-se e prepare-se antes de algum fórum ou conversa com alguém. Tenha em mente a mensagem que quer passar.

 

Faça críticas construtivas, que agreguem, caso contrário, melhor fica calada.

 

Oriente, direcione, ajude.

 

Entenda o quanto a pessoa absorveu da sua mensagem ao passar uma diretriz.

 

Peça sugestões. Envolva as pessoas em construções e decisões.

 

Quando damos foco, acontece.

 

Trabalhe as reuniões de forma mais criativa e inovadora. Use seu ponto forte a favor!

 

Questione e faça perguntas sempre. As pessoas precisam encontrar suas próprias soluções.

 

“Se tivesse 8 horas para derrubar uma árvore, gastaria 6 afiando o machado”.

 

Fique atenta à forma de dizer e falar com as pessoas.

 

Somos diferentes. Entenda o papel e importância que cada um tem na equipe.

 

É preciso trabalhar a ansiedade do resultado final e criar formas sustentáveis de fazer as entregas através das pessoas.

 

Converse com as pessoas sobre suas expectativas pessoais e de carreira.

 

Mantenha a rotina de visita à campo.

 

O contato pessoal que cria laços.

 

Identifique e desenvolva os gaps das pessoas.

 

Faça as pessoas evoluírem. Contribuir com o crescimento de alguém é algo sem preço para ambos os lados.

 

Delegue mais. Descentralize. Isso te dará mais tempo para fazer o que realmente é importante.

 

Direcione mais o “o que” e menos para o “como”.

 

Dissemine seu conhecimento.

 

Forme sucessores. Você sempre será uma referência para eles.

 

Crie o hábito de elogiar e reconhecer as pessoas no ato, no momento do acontecimento.

 

De feedback. Reforce os pontos fortes e ajude a definir ações para os pontos a desenvolver. Use fatos e dados para mostrar algum desvio de rota.

 

Sempre que errar com alguém, ou sentir que desviou-se da rota, retrate-se. Peça desculpas de forma sincera.

 

Líderes também erram. A virtude está em saber reconhecer e voltar atrás.

 

Quando não souber como agir, pense em como um líder que você admira agiria.

 

Exercite a paciência e o controle nas situações adversas. Se for o caso, deixe para conversar depois.

 

Sempre esfrie a cabeça antes de tomar uma decisão.

 

Veja uma mesma situação por diferentes ângulos (“saindo do corpo para analisar a situação”).

 

Jamais use contra a pessoa alguma informação que ela lhe confiou.

 

Repreenda sempre de forma individual.

 

Tenha sempre em mente o que esperam de você e… surpreenda!

 

Estruture sua área. Forneça método e ferramentas para que as pessoas entreguem o que tem que ser entregue.

 

Crie mecanismos de monitoramento e controle.

 

Faça o check das entregas e evoluções. Deixe claro esse processo à todos. Isso gera um maior comprometimento.

 

Seja menos dependente. Crie seu método de trabalho.

 

Faça acordos.

 

Ache a moeda de troca para se relacionar com as pessoas.

 

Avalie o nível de autonomia que pode confiar à cada pessoa.

 

Melhore sua paciência com as pessoas.

 

“Tudo não passa de um teste para saber o quanto você quer chegar lá.”

 

É fácil mudar quando o pedido vem de pessoas que gostamos.

 

“Vejo que as outras pessoas apostam mais na capacidade dela do que ela mesma.”

 

“Siga sempre sua intuição, pois essa também é uma das qualidades que você tem e que quase nunca falha.”

 

“Continue com essa energia que envolve as pessoas que trabalham junto com ela. Que continue valorizando/reconhecendo as pessoas que contribuem para o atingimento dos objetivos alcançados. Potencialize o poder que tem de engajamento de pessoas e se aproxime cada vez mais da equipe de trabalho.”

 

“Perder o medo. Arriscar mais. Todas as oportunidades que ela teve de arriscar e foi além ela teve sucesso. Mas podia ter arriscado ainda mais. Seriam mais historias de sucesso, com certeza.”

 

“Sozinha você vai mais rápido. Em equipe você vai mais longe.”

 

“Me lembro do brilho dos olhos dela e do quanto ela consegue se dedicar quando está ciente do seu papel e motivada.”

 

Na ausência do coach, busque ser o seu próprio coach. Pergunte-se, questione-se, cobre-se, busque suas respostas.

 

Reserve um período para avaliar sua forma de liderança e desenvolvimento da equipe. Identifique seus gaps, trace ações de melhoria, cumpra e monitore os resultados. Tenha uma rotina de auto coaching.

 

Peça feedbacks constantes.

 

Continue exigindo o seu melhor, sempre.

 

Você chegou até aqui por você mesma. Tudo o que saiu do coaching, saiu de você mesma.

 

Essa transformação é um caminho que não tem volta.

Please reload

Apresentando a R122

May 1, 2014

1/1
Please reload

Posts recentes

November 9, 2019

Please reload

Busca por Tags