Copyright R122/R122 Coaching ©2019.

All rights reserved. Todos os direitos reservados.

São Paulo | Alphaville | Guarulhos | Ribeirão Preto | Araraquara

E-mail: contato@r122.com.br

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

Linguagem Artística – comunicação como arte. Por Juliana de Lacerda Camargo

26 Jul 2016

 

Qual o impacto da forma com que você se comunica no dia a dia?

 

Imagine que você chega para contar uma história a alguém todo entusiasmado, e essa pessoa se senta largada, com cara de quem não está nem aí para sua história, e faz poucos comentários receptivos, ou devolve como alguém que realmente não tem interesse. Agora imagine um cenário diferente, em que você conta a mesma história com o mesmo entusiasmo, mas a uma segunda pessoa que o recebe com o mesmo tipo de entusiasmo e energia que você... e, indo um pouco além, como seria falar sobre algo importante com alguém que demonstra paciência e interesse versus alguém que demonstra impaciência, agressividade e afins?

 

Com quem você tenderia a se abrir e/ou compartilhar uma próxima vez? Com quem você “funcionaria” melhor?

 

Muito possivelmente você conhece o conceito de comunicação verbal x não verbal, e sabe também que a comunicação verbal é responsável apenas por uma pequena parte daquilo que comunicamos. O que talvez você não saiba é que a capacidade de usar a comunicação a favor de um ambiente produtivo é característica de um grande líder.

 

Quando você alinha ou desalinha sua comunicação verbal e não verbal de maneira intencional, você tem a capacidade de impactar positivamente a outra pessoa, sua clareza de pensamento e até mesmo sua condição emocional, o que por sua vez impacta na criatividade e capacidade de raciocínio.

 

Isso pode acontecer quando você demonstra curiosidade e interesse pelo que a outra pessoa diz, quando alinha energia, tom e ritmo de fala, mas pode também acontecer quando, por exemplo, você desalinha sua comunicação para deixar uma pessoa menos preocupada ou ansiosa. Sabe quando alguém ansioso te deixa ansioso? Pois é, é justamente o oposto disso.

 

Aliás, vamos expandir um pouco? Imagine-se numa entrevista de trabalho ou numa concorrência. Você vai conversar com uma companhia cuja cultura é informal, dinâmica e jovem, e com outra com uma cultura formal e austera. Onde cabe usar um jeans e onde definitivamente não cabe? E por que? Porque como você se veste e comporta comunica algo sobre você e gera um impacto – produtivo ou improdutivo – no outro. E você certamente chegou a uma correta resposta intuitiva, pois isso faz sentido pra você.

 

Chamamos de Linguagem Artística a capacidade de usar suas palavras e comunicação com arte... e por arte dizemos a que reduz distrações desnecessárias e cria um ambiente produtivo, de colaboração e criatividade. Alinhar e desalinhar faz parte disso, reconhecer também, as palavras que são usadas, analogias e metáforas também, além a verdade dita com segurança e em favor do avanço alheio.

 

Como você tem usado sua comunicação? Como o ambiente ao seu redor tem sido impactado por isso? Você tem contribuído, ou sabotado... mesmo sem perceber?

 

Comece a perceber sua comunicação, faça os ajustes necessários e pratique uma forma mais inteligente de fazer diferente e melhor.

 

“A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira.”

 

É isso aí.

Please reload

Apresentando a R122

May 1, 2014

1/1
Please reload

Posts recentes

November 9, 2019

Please reload

Busca por Tags