Copyright R122/R122 Coaching ©2019.

All rights reserved. Todos os direitos reservados.

São Paulo | Alphaville | Guarulhos | Ribeirão Preto | Araraquara

E-mail: contato@r122.com.br

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

A escolha do Estilo de Liderança, por Patrícia Schuindt

3 May 2018

 

Quando eu era adolescente, fiz um curso técnico em Administração e uma das aulas que nunca me esqueci, foi sobre Modelos de Gestão de Pessoas. Aprender sobre as diferentes formas de liderar, foi algo marcante pra mim. Naquele momento, descobri que existiam estilos que causavam um impacto mais positivo, no clima e também nos resultados, e que isso era algo que poderia ser aprendido e desenvolvido. O Estilo de Liderança seria uma escolha.

 

Hoje isso faz parte do meu trabalho – ajudar as pessoas a encontrarem seu próprio estilo de liderança e se desenvolverem para serem líderes melhores.

 

Uma das histórias que mais me alegro em fazer parte é a de uma cliente que buscou o Coaching justamente para trabalhar essas questões. Quando me procurou, estava há dois anos lidando com um grande desafio – ser líder em uma empresa de serviços, onde anteriormente exercia uma função mais técnica e de “braço direito” do líder principal da organização.

 

O que a motivou a procurar o Coaching, foi o desejo de mudar a situação em que estava. Ela havia percebido que sua forma de liderar não estava sendo positiva nem para ela, nem para sua equipe. Havia um alto nível de estresse constante, e ela se sentia frustrada com os resultados que obtinha. Sentia que não tinha nem o respeito, nem o comprometimento da equipe, e não via uma saída. Mas ela estava motivada a buscar uma solução e se transformar.

 

Um ponto importante a comentar é que ela tinha como referência anterior, um modelo de gestão mais coercitivo, daqueles em que o líder “manda e as pessoas obedecem”. Onde a forma de falar e de agir, estão mais relacionadas a um jeito abrupto e em que, às vezes de forma inconsciente, faz as pessoas agirem por um mecanismo de medo. Quando ela se percebeu agindo também assim, quis mudar. Pois dentro dela existia um desejo de fazer diferente: ela acreditava em um estilo diferente de liderança. Acreditava que conversar com as pessoas, escutá-las, compreender suas questões, acolher suas ideias e criar juntos os pontos de melhoria, poderia ser muito mais positivo. Esse estilo de liderança também considera a necessidade de alcançar resultados, mas a forma de gerar maior produtividade na equipe é diferente, pois inclui as pessoas nos processos e busca o melhor delas.

 

O que posso mudar em mim, para gerar melhores resultados? Como dar feedbacks negativos? Como extrair o melhor da minha equipe? 

 

Foram estas algumas perguntas que ela se propôs a pensar. E como sabemos, novas formas de pensar, geram novas formas de agir e trazem resultados diferentes.

 

A mudança que ela teve em si, gerou uma mudança na situação.

 

Te convido também a pensar nessas questões e observar:

 

Qual é o seu estilo de Liderança? Que marcas você deixa nos projetos e pessoas com as quais trabalha?

 

O estilo de liderança é uma escolha. Não existe o líder perfeito, nem o modelo ideal de gestão. Cada um pode encontrar um jeito e também se adaptar da melhor forma em cada desafio.

 

Quando somos líderes, há uma escolha a fazer, habilidades a desenvolver. Um bom líder sempre aprende. Ele olha o que passou e se vê diferente. Vê o quanto evoluiu e avançou em suas competências. O ciclo da renovação de pensar, fazer, aprender, desenvolver precisa entrar na rotina. Se a cada dia nós buscamos um estado melhor de ser, podemos transformar nossos contextos e o mundo.

Please reload

Apresentando a R122

May 1, 2014

1/1
Please reload

Posts recentes

November 9, 2019

Please reload

Busca por Tags