Copyright R122/R122 Coaching ©2019.

All rights reserved. Todos os direitos reservados.

São Paulo | Alphaville | Guarulhos | Ribeirão Preto | Araraquara

E-mail: contato@r122.com.br

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

Já que tem, use a seu favor. Por Juliana de Lacerda Camargo

5 Sep 2019

Hoje vamos falar sobre usar o que temos a nosso favor.

 

Algumas vezes estamos tão focados em olhar para o que não temos e onde não vamos bem que esquecemos de perceber o que vai bem e como podemos usar isso a nosso favor. Outras vezes somos tão críticos e nossos filtros são tão negativos e ‘sentenciadores’, que acabamos só dando lentes negativas para aquilo que vemos em nós (sem contar em outras pessoas). Como é importante e essencial aprender a olhar para o que temos com um filtro diferente e saber como usar isso produtivamente!

 

Vou dar um exemplo pra explicar de forma prática.

 

Conversava com um cliente que vinha querendo trabalhar em sua organização e um ponto de grande luta para si naquele momento era a procrastinação. Enquanto explorávamos esse assunto ele trouxe uma consideração que inicialmente parecia sem importância, de que na época da escola não procrastinava. Aliás, pelo contrário, em suas palavras naquele tempo estava sempre “à frente do jogo”, sendo muito organizado, focado e planejado.

 

Perguntei a ele se valia a pena explorar aquele funcionamento do passado e, apesar de meio cético, ele quis seguir por aquele caminho, o que foi sensacional!

 

À medida que me contava sobre seu funcionamento durante a escola, acabamos descobrindo algumas coisas que se comprovaram quando refletiu também sobre outros momentos e áreas de vida, como por exemplo a fase em que estudou no exterior ou mesmo sua prática de jiu jitsu. Também acabamos descobrindo que o que dava certo nessas situações era uma característica já identificada num assessment e que até então era vista por ele como algo ruim. Calma, vou falar o que é.

 

Esse cliente é alguém altamente focado em resultados, o que até então para ele tinha uma conotação negativa (por vários motivos). E foi justamente por ser assim que ele foi organizado na escola e em seu mestrado no exterior, bem como no jiu jitsu... uma vez que todas essas experiências lhe traziam metas pessoais muito claras, o que pra ele é um combustível infalível para planejamento e organização! Ou seja, se por um lado o processo pelo processo é algo sem sentido para ele e isso o torna desorganizado e procrastinador, por outro, quando há um objetivo claro e que faz sentido, esse processo entra nos eixos de tal forma que se torna quase perfeito!

 

Veja, o que aconteceu nesse exemplo não foi que alguém sem capacidade de organização pegou um método ‘infalível' e colocou em prática. Pelo contrário! Apenas descobrimos as características, os potenciais e significados das coisas para ele, colocamos as peças em seus devidos lugares e tudo passou a funcionar!

 

Sabe o que significa isso? Que muitas vezes teremos de aprender coisas novas para desenvolver o que desejamos... mas muitas... muitas vezes mesmo... precisaremos apenas organizar o que já temos para usar a nosso favor!  É meio que aquela coisa do diamante... se olhamos pra ele na forma bruta ele pode parecer sem valor e sem uso mas, quando o lapidamos, ele se torna extremamente valioso e funcional, não é mesmo?

 

Pense agora. Quais são características que você sabe ter mas acha negativas ou percebe não estar usando da melhor forma? Preste atenção e reflita em como otimizá-las a seu favor e a favor do impacto que você quer gerar nas pessoas, organizações e contextos em que vive. E então... aja!

 

É isso aí.

 

Please reload

Apresentando a R122

May 1, 2014

1/1
Please reload

Posts recentes

November 9, 2019

Please reload

Busca por Tags