Copyright R122/R122 Coaching ©2011 - 2020.

All rights reserved. Todos os direitos reservados.

São Paulo | Alphaville | Guarulhos | Ribeirão Preto | Araraquara

E-mail: contato@r122.com.br

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

Você é um aprendiz ou não?

 

 

 

 

O que mudaria na sua vida a partir de hoje, se você descobrisse qual o fator que mais o ajuda ou o atrapalha a se tornar quem você tem potencial pra ser?

 

Pense nisso alguns segundos... e continua nessa leitura comigo.

 

Você é uma pessoa que lida bem com experiências que vão te desafiar a aprender, sair do conforto, testar coisas novas, ou você acredita que as coisas são como são e por isso nem se arrisca?!

 

Carol Dweck, professora de psicologia da Universidade Stanford e especialista em sucesso e motivação, durante décadas de pesquisa, desenvolveu um conceito muito importante e transformador que comprovam dois tipos de mentalidades: a mentalidade de crescimento e a mentalidade fixa.

As pessoas de mentalidade fixa acreditam que nasceram com uma “cota” de inteligência que não irá mudar. Errar para elas é algo muito ruiml. Por essa crença limitadora elas tendem a evitar desafios e experiências novas com medo de parecerem menos inteligentes.

Já as pessoas de mentalidade de crescimento acreditam que sua inteligência melhora cada vez mais pela aprendizagem e que o caminho do sucesso está no resultado do seu trabalho intenso e do seu esforço.

Vamos entender isso através de uma ilustração:

 

Imagine que você está num dia especialmente ruim. Você tem uma apresentação de um projeto para um prospect, mas não consegue se sair bem. Nesse mesmo dia ao sair do cliente se dá conta de que seu carro está com o pneu furado e você tem uma reunião importante com a sua equipe na empresa. Já frustrado, você deixa seu carro, pega um táxi e vai para o trabalho, onde as pessoas esperam receber boas notícias. Mas aí para piorar ainda mais a situação o melhor funcionário do seu time pede pra falar com você antes da reunião e te conta que está saindo pois recebeu uma proposta melhor.

 

Depois de tudo isso, quais seriam seus pensamentos?

Você se sentiria incapaz por não ter conseguido fazer aquela apresentação?

Sentiria que as coisas estavam conspirando contra você? Afinal alguém deve ter furado seu pneu...

Se sentiria traído pelo funcionário que você mais dedicou tempo?

Ficaria de mau humor, irritado?! E diria coisas como: “Eu não vou mais fazer nada disso. Nem vou investir em ninguém. Eu nem deveria ter feito nada.”

 

Ou você buscaria formas de respirar, colocar a cabeça no lugar e depois entender que sua apresentação nesse dia não foi tão boa, mas que você poderá se preparar mais e fazer outras melhores. E que perder alguém da equipe é algo que todos estão sujeitos, principalmente quando a pessoa é competente. Além disso, o pneu já estava careca e deveria ter sido trocado.

 

Perceba que há uma grande diferença entre as duas formas de encarar e reagir diante da mesma situação. Conforme a escolha que você fizer, seus comportamentos seguirão caminhos e resultados diferentes.

 

Enquanto um vai te fazer desistir ou estagnar, o outro vai te levar a considerar aprendizados, fazendo com que você se desenvolva com toda essa experiência.

 

E agora que você já conhece um pouquinho desse conceito, qual dos dois você percebe que aparece mais em você?

 

E lembre-se, todos somos capazes de desenvolver novas formas de ser, pensar e agir.

Por isso, dê o primeiro passo e encare sua realidade atual.

 

Você será bem sucedido quando cultivar a mentalidade de crescimento, acreditando que a jornada de experiências, os altos e baixos, os acertos e erros, construirão os alicerces necessários para conter e sustentar tudo que você deseja e pode se tornar!

 

Espero que tenha feito sentido pra você!

Compartilhe com seus amigos e deixe seus comentários aqui comigo.

#R122

#Mentalidades

#Liderança

#Crescimento

 

Please reload

Apresentando a R122

May 1, 2014

1/1
Please reload

Posts recentes
Please reload

Busca por Tags